Buscar
  • VER.SAR

VER.SAR #006 - Cyntia Werner lê Zoe Leonard

Atualizado: 3 de Fev de 2019



No Episódio #006 - Cyntia Werner lê “I want a president” de Zoe Leonard. -- Cyntia Werner é artista visual, tem uma produção que compreende diversas modalidades – desenhos, gravuras, instalações, esculturas, objetos, entre outros, onde o tema do jogo e seus elementos constituem a pesquisa de sua prática artística. Doutoranda em Artes Visuais na Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis – SC, possui mestrado em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis – SC, graduação em Artes Visuais com habilitação em Gravura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Curitiba – PR e Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba – PR. Realizou diversas exposições coletivas e individuais pelo país, com destaque para galerias como Blau Projects e Casa Triângulo, e salões de arte como 63º Salão de Abril, 10º e 11º Salão Elke Hering, XV SAMAP, Salão Municipal de Artes Plásticas de João Pessoa e 43º. Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba, onde foi premiada.

--

Zoe Leonard nasceu em 1961 em Liberty, Nova York, é uma artista americana que trabalha principalmente com fotografia e escultura. Expõe amplamente desde o final da década de 1980 e seu trabalho foi incluído em uma série de exposições seminais, incluindo Documenta IX e Documenta XII , e as bienais de 1993, 1997 e 2014 da Whitney .

Aos 16 anos, ela abandonou a escola e começou a tirar fotografias. [2] Ela passou a maior parte de sua vida adulta vivendo em Nova York , cujo ambiente construído tem sido objeto de grande parte de seu trabalho (por exemplo, calçadas, fachadas de lojas, prédios de apartamentos, cercas, pichações e janelas com tábuas fechadas). [3]Leonard tornou-se conhecido internacionalmente após sua instalação na Documenta IX em 1992.

Desde suas primeiras fotografias aéreas até suas imagens de exposições de museus, modelos anatômicos e desfiles de moda, grande parte do trabalho de Leonard reflete sobre o enquadramento, a classificação e a organização da visão. Ela explica em uma entrevista recente: "Ao invés de qualquer assunto ou gênero (paisagem, retrato, natureza morta, etc), eu estava, e permaneço, interessado em engajar um questionamento simultâneo de assunto e ponto de vista, a relação entre espectador e mundo - em suma, a subjetividade e como ela informa a nossa experiência do mundo ". [4]

Leonard era ativo na defesa da AIDS e na política queer em Nova York nas décadas de 1980 e 1990. Em 1992, ela escreveu " Eu quero um presidente ", um poema inspirado pela candidatura de Eileen Myles à presidência.

Obras:

· Zoe Leonard: Pesquisa , Museu de Arte Contemporânea, Los Angeles, 2018.

· Eu quero um presidente: Transcrição de um Rali (com contribuições de Sharon Hayes, Wu Tsang, Mel Elberg, Eileen Myles, Pamela Sneed, Fred Moten e Stefano Harney, Alexandro Segade, Layli Long Soldier, Malik Gaines e Justin Vivian Bond e Nath Ann Carrera), Dancing Foxes Press, 2017.

· Luz disponível , Ridinghouse / Dancing Foxes, Londres, Reino Unido e Brooklyn, 2014.

· Você vê que estou aqui depois de tudo (com textos de Ann Reynolds, Angela Miller, Lytle Shaw e Lynne Cooke) , Dia Art Foundation, Nova York; Yale University Press, New Haven, CT e Londres, Reino Unido, 2010.

· Analógico, Wexner Center for the Arts, Columbus, OH, MIT Press, 2007.

· Zoe Leonard: Fotografias (com textos de Svetlana Alpers, Elisabeth Lebovici, Urs Stahel), Fotomuseum Winterthur, Steidl, 2007.

· Zoe Leonard (com texto de Elisabeth Lebovici), Centro Nacional da Fotografia, Paris, França, 1998.

· Zoe Leonard, (com entrevista de Anna Blume), Secession, Viena, 1997.

· Zoe Leonard, Kunsthalle Basel, Basileia, 1997.

· Fruta Estranha, Paula Cooper Gallery, NY, 1995.

· Informações: Zoe Leonard (com texto de Jutta Koether), Galerie Gisela Capitain, Colônia, 1991.


VER.SAR é um podcast com artistas convidadas a compartilhar leituras de textos sobre práticas artísticas, maternidades e feminismos.

Este Podcast é uma plataforma de comunicação colaborativa que reúne mulheres artistas e seus referenciais textuais, a partir do exercício da leitura e busca criar um arquivo de consulta e compartilhamento gratuito de conteúdo relacionado às questões estruturais e conceituais implicadas em ser mulher na contemporaneidade. As artistas convidadas são mulheres que investigam e discutem os conflitos políticos da vida doméstica e pública produzindo pensamento crítico em nosso contexto e propondo mudanças significativas no mundo da arte.


É preciso Ouvir as mulheres!


ESCUTE, BAIXE E COMPARTILHE!


Instagram: @podcastversar

Facebook: https://www.facebook.com/podcastversar

Soundclound: https://soundcloud.com/podcastversar

Itunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/podcast-ver-sar/id1437754281?l=pt

8 visualizações

©2018 Podcast VER.SAR arte, maternidade e feminismos.Por Priscila Costa Oliveira.